27 de jun de 2015

Carta para ti

What to draw, what to draw..

Esta é a minha primeira e última carta para você, quando ela terminar você vai embora e esquecer tudo isso, eu, você, nós. Que assim seja. Eu gostei de você, ou te amei, tanto faz, isso não importa mais. Quando tudo acabar você não estará mais aqui. Esse é o nosso fim. Silencioso e inevitável, exatamente como tem que ser. Gostaria de te dizer um adeus, para evitar me arrepender no futuro de não ter me despedido mas sei que se eu o fizer, estarei aceitando o fato de que acabou para sempre e eu não sei se meu coração é capaz de aceitar isso. Porque por mais que eu tente crer que é isso, é o fim, acabou-se, não consigo. Lutar contra sentimentos nunca foi o forte de ninguém. Quero me segurar ao máximo as esperanças de talvez um dia te reencontrar de novo. É impossível não gostar tanto de você com aqueles olhos que parecem estar implorando por afeto. Aquele sorriso que radia eletricidade. E a tua voz, que invade até a alma.

"Cedo ou tarde
A gente vai se encontrar,
Tenho certeza, numa bem melhor."

Eu não posso afirmar que amanhã será melhor, mas se existe uma coisa que você deve saber é que se eu receber mais uma chance de te ter outra vez, eu me prenderei a você e não deixarei que me deixe novamente, pois dessa vez eu não terei medo de dizer o que sinto. Farei o que já deveria ter feito desde o início mas estava muito assustada para seguir em frente. Direi com todas as letras pois sei que no fundo você sempre sentiu algo também. Dói pensar que poderíamos ter tido um ao outro desde o inicio mas fomos covardes demais para admitir nossos sentimentos. Só que dessa vez não cometerei o mesmo erro, que fique sabendo desde agora que eu nunca vou deixar você ir, não de novo. Juro. Ah, meu Deus, eu sou tão confusa, comecei essa carta querendo dizendo adeus e termino dizendo que ainda não acabou. Eu sempre meto os pés pelas mãos. Eu sou louca, estranha, incompreensível. É tanta confusão que eu vou dizer que você é a razão, a razão de eu ser desse jeito, de eu perder os sentidos, agir estranho, não raciocinar direito; porque quando se trata de você, não existe mais nada, tu és meu mundo.

25 de jun de 2015

maybe we're meant to be

thelovelyhugs | whi

Eu nem te conheço e possivelmente já estou apaixonada por você. Como? Sinceramente eu não sei. Nunca vi seu rosto mas eu penso muito frequentemente nele. Te imagino de mil formas, de mil jeitos, de mil maneiras. E em todas essas formas, não importa como, eu sempre acabo gostando de você. Será que o universo tá tentando me pregar uma peça? Será que estamos destinados e não importa como, vamos acabar juntos? Eu já não sei  mais o que dizer e nem o que sentir. Estou sendo aterrorizada por estes pensamentos, porque ao mesmo tempo em penso o quão bom poderia ser nós dois, também penso na tragédia que poderíamos acabar sendo. É que tu sabe, você poderia ser a minha destruição,  a sua, a nossa destruição. E eu realmente não sei o que fazer. Já tomei tantas decisões erradas na vida que dessa vez eu vou deixar essa pra você. Mesmo que eu sinta que estejamos interligados de alguma maneira, mesmo tendo esse sentimento me impulsionando pra você, mesmo tendo o breve pressentimento que tudo isso é algo mútuo, eu vou deixar tudo com você, porque se for pra botar a culpa em alguém no final, que seja tua culpa, não minha.

23 de jun de 2015

Entre aspas: minha mania



Estou perturbado pelas ironias de minha vida

Posso fazer disso uma triste teoria

Posso usá-la para escrever uma poesia

Deus, por favor, tire de minha vida esta ironia

Pois a cada dia que passo vivo uma agonia

Já passei por muita coisa e penso porcaria

Peço ajuda aos caboclos e ao Seu Ventania

Para que neste momento me de sabedoria

Resta-me escrever, pois esta é minha mania



André Zanarella

21 de jun de 2015

Nota dó pra você


É verdade que eu não sou a mais bonita. Também é verdade que eu não sou a mais simpática. Mas você gosta de mim mesmo assim, não é mesmo? Me acha engraçada e tá sempre rindo das minhas piadas. E também de quando eu faço papel de boba. Fica caçoando de mim por aí mas eu sei que tu vai sentir minha falta. "Não espere eu ir embora pra perceber Que você me adora Que me acha foda". Eu sei que você não vai admitir mas é exatamente desse jeito. Você me adora. Você me acha foda. Porque eu não sou igual a todas as outras. Eu não tenho todos esses nojinhos. Não grito quando vejo uma lagartixa, nem morro de medo de inseto. Eu tô nem aí pra nada ao mesmo tempo que me importo com tudo. Sou livre de preconceitos. Topo qualquer parada. E nem tenho medo de falar o que penso.
Aonde já se viu? Vou ter vergonha de ser autêntica? De ser eu mesma? Nem aqui, nem lá na Europa, meu bem.
Então, antes de rir outra vez de mim e o motivo não for que eu contei uma piada, pense melhor, porque você ri de mim por eu ser diferente, mas sempre que idealiza uma garota, tem um pouco de mim nela. Você talvez só não perceba isso, porque se percebesse já teria parado de procurar um ou outro, quem você quer tá bem aqui e sou eu. Você quer alguém corajosa o suficiente pra pular de paraquedas. Com atitude pra dizer o que pensa. Com sinceridade, doa a quem doer. Modéstia à parte, eu sou isso e muito mais, é por isso que você me adora e me acha foda, só seria uma pena se eu te desse nota , porque pena é tudo o que você merece. Há.

19 de jun de 2015

A felicidade está nas pequenas coisas


Girls🍸


A felicidade está nas pequenas coisas. Nos pequenos gestos. No pouco que a gente tem.
Você discorda disso? Ok, então, eu te desafio a pensar em quando você ganhou o celular que tanto queria. Pensou? Agora compare o momento de quando ganhou o celular que você pensou que te faria uma pessoa super realizada com um momento simples e especial, como por exemplo, aquela vez que te disseram um "eu te amo", quando recebeu elogio de alguém especial para você, aquela viagem divertida com os amigos ou qualquer outra coisa que não tenha nada haver com algo material e te fez sorrir, se sentir feliz. E aí eu te pergunto, você foi mais feliz recebendo seu celular de última geração ou vivendo algo simples e especial? O que significou mais para você? O que realmente te deixou uma pessoa mais realizada?

Eu queria muito uma câmera a prova d'água (gopro) e acabei ganhando uma do meu pai. Se você me perguntar se eu fiquei feliz de tê-la ganhado é claro que vou responder que sim. Mas se você me perguntar se o que me deixou mais feliz foi a câmera ou aquela vez em que viajei com meus amigos, eu responderia com toda a certeza do mundo que foi me divertir com meus amigos, rir e fazer palhaçada, significou muito mais para mim. Você está entendendo o meu ponto? O que eu estou tentando dizer é que uma câmera, um celular, um carro, coisas materiais, são momentâneas. Coisas que o tempo deteriora e um dia acaba e talvez você até se esqueça que já existiu. Mas momentos são inesquecíveis. Porque eles continuam com a gente, na nossa memória, e se por acaso alguma vez você se esquecer de algum detalhe vai ter aquele amigo que adora contar a mesma história sempre e sempre para te lembrar que algumas coisas valem a pena ser relembradas, principalmente se for algum mico, porque aí todo mundo se lembra e ri e se diverte mais uma vez; enquanto o seu celular já está lá ultrapassado, e você quer um novo, e jura que para ser feliz precisa do novo iPhone que lava, passa e cozinha pra você.
Só não se esqueça de que o que realmente importa não pode ser comprado. Busque a felicidade nas pequenas coisas, porque basta um segundo, apenas um instante, para que algo pequeno se torne grande. E tudo depende de você, que é quem decide fazer de algo, uma coisa memorável ou não.

Portanto, hoje, dê a si mesmo uma oportunidade de viver algo digno de ser lembrado. Desconecte-se do mundo digital e viva o real!

18 de jun de 2015

não deixe a maré te levar


Seguir um sonho não é fácil. Nunca é. Principalmente quando dizem que seu sonho é algo estúpido, que não condiz com a realidade. Mas veja, eu não me importo. Meus sonhos são uma parte de mim, eu não seria quem sou sem eles. Não importa se parece algo estúpido ou impossível de se realizar, porque pra mim não é. É difícil porém eu não desistirei. Porque marés contrárias sempre irão existir, você só precisa continuar firme e não deixar a maré te levar.

E nos dias em que as coisas parecerem muito complicadas é só se lembrar de que "Tudo que vem fácil, vai fácil".

17 de jun de 2015

Eu não sou um "tipo"

Deep sea baby, I follow you

Eu odeio estereótipos. Odeio essa mania das pessoas de colocarem rótulos em tudo. Odeio quando pensam que acham que "tipo" de pessoa eu sou. Eu sou divergente, não posso ser controlada rotulada!!!! Nunca diga que eu sou o tipo de pessoa que... sei lá o que. Eu não sou tipo algum. Se for pra me rotular diga que eu sou o tipo Thayná Thoni e não existe outra pessoa igual a mim. Porque é exatamente isso que sou. Eu. Thayná Thoni é quem sou. Posso não ser o que você esperava e eu realmente não gostaria de te desapontar, então, nunca, em hipótese alguma, me compare com outro alguém pois eu tenho certeza que você irá cometer um grande engano. Porque eu mudo o tempo todo, posso ser o "tipo" boazinha uma hora e depois ser a garota que todos acham cruel. É por isso que eu não me encaixo em um tipo. É que eu sou várias coisas ao mesmo tempo. Não dá pra me definir em um só tipo, tentar me definir com uma única palavra é bobagem. Fofa, grossa, legal, chata. Eu sou tudo isso ao mesmo. Nem tente me encaixar em algum "tipo" de pessoa, porque no momento em que eu ouvir "pensei que você fosse diferente", você perderá todo o meu respeito, ou algo como "não esperava isso vindo de você", só te digo que, se não tivesse criado na sua cabeça um grupinho de pessoas pra me encaixar, você não teria esperado nada de mim. Porcamente me rotulou e ainda por cima errou, já que eu nunca me encaixei em um "tipo" nem nunca irei.

16 de jun de 2015

🙌

Então, deixa eu contar uma coisa pra vocês.
Eu quero mudar meu blog. Sei lá como. Talvez deixar isso aqui mais pessoal, mais minha cara. Produzir um conteúdo de melhor qualidade e etc etc. O problema é o seguinte, tenho muitos textos escritos aqui e nem todos eles são bons, mas mesmo assim não consigo desapegar, simplesmente pegar e jogar fora algo que eu escrevi, e é por isso que eu vou postar todos eles mesmo não sendo muito bons, começando pelo de hoje. Depois que eu postar todos vou dar uma mudada no blog e inclusive começar a divulga-lo mais. Ah, e desculpe se eu não retribui seu comentário ainda, muito em breve irei <3 Só tenho tido pouco tempo.



Depositei minhas confianças em você e confiei a você meus maiores segredos. Pra que? Pra você usar isso tudo contra mim. Cansei de gastar lagrimas em vão, agora eu rio, e rio ainda mais, rio quase que incontrolavelmente, por saber agora, finalmente, que tipo de pessoa você é, uma vez li algo sobre só se conhecer uma pessoa de verdade depois de uma briga e agora eu consigo entender o verdadeiro significado disso. Cheguei a pensar que a errada da história era eu, mas percebi que não é muito bem assim, no final eu vi que o problema não tava em mim e sim em você. Valeu por me mostrar quem você é de verdade e não quem tá tentando ser. Cansei de gente de mentirinha. Dessa vez não quero ouvir suas desculpas. Você já me teve na sua vida mas perdeu no momento que percebi que você nunca me pertenceu. Se liga, se toca, caí fora. Agora quem tá em outra sou eu!


Uma nova versão de http://sublimecapital.blogspot.com.br/2014/05/bem-vindo-minha-mais-nova-realidade.html

5 de jun de 2015

Entre aspas: Não quero ter vivido em vão


Eu sou a minha melhor crítica, e também a mais severa. Sei o que é bom e o que não é. Uma pessoa que não escreva, não sabe o quanto é maravilhoso; eu costumava lamentar me por não saber desenhar, mas agora estou cheia de alegria por, ao menos saber escrever. E,se não tiver talento para escrever livros ou artigos de jornal, posso escrever só para mim. Mas quero mais que isso. Não me imagino ser igual aquelas mulheres que trabalham, e são esquecidas. Preciso de ter mais alguma coisa a que me dedicar. Não quero ter vivido em vão como as outras pessoas. Quero ser útil para as pessoas,mesmo aquelas que não conheci. Quero continuar a viver depois da morte! E é por isso que estou tão grata a Deus por me ter dado este dom que posso usar para me exprimir tudo o que esta dentro de mim.


Anne Frank

1 de jun de 2015

Entender, aceitar

Hello.june - Google zoeken

Existe uma pequena grande diferença entre entender e aceitar. Eu entendo muitas coisas mas isso não significa que eu seja obrigada a aceita-las. Posso entender seus motivos e discordar de suas ações. Não nasci para aceitar todas as coisas mas nasci para entendê-las, ou pelo menos tentar compreende-las. Mas pode ser que eu também aceite as coisas sem entendê-las. As vezes não entendo meus sentimentos mas eu os abraço mesmo assim. Amo e sofro quase sempre sem entender nada, tem coisa que não faz sentido. Da mesma forma que eu não entendo esse texto confuso mas concordo em continuar a escrevê-lo porque no fim existe aquela esperança de em algum momento ser capaz de entender as coisas e aceita-las, apesar de que algumas coisas não nasceram para ser entendidas, apenas aceitas. Concordamos que a vida existe mas não entendemos suas origens. Não sabemos de onde viemos e nem para onde vamos, pelo menos não com total certeza, porque tudo não passa de teorias que não entendemos mas aceitamos porque isso é tudo que temos. Precisamos entender as coisas ou pelos menos aceita-las. Não existe meio termo nessa questão. Nossos somos seres que precisam estar conectados há algo. Precisamos crer, compreender, tentar aceitar. A vida é feita de ciclos e entender e aceitar é só mais um deles. Seja tolerante.

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©