4 de ago de 2014

Ser gordinha não é fácil? Magra também não

Society is pathetic

O post de hoje é mais um desabafo meu que já estou cansada de ver meninas que as vezes nem são gordas e ficam falando "Ai sou muito gorda, queria ser magra" dizem isso como se for magra fosse uma maravilha, mas não. Ser magra também não é fácil gente. As pessoas dizem "Nossa você ta muito magra, precisa engordar" e isso te deixa triste por que você come come come e continua do mesmo jeito. Você vê todas as meninas da sua idade com corpão e você continua um palito, nem um quilo a mais. Você se olha no espelho e também pensa que precisa engordar. Acha suas pernas muito finas, suas coxas, tudo. E ai vem aquela garota pra cima de você e diz "Ah como eu queria ser magra" tenho vontade de esfolar a cabeça dessas pessoas no asfalto, sinceramente, por que se soubessem o que muitas magrinhas passam não desejariam isso, ser magra não é uma das sete maravilhas do mundo minha gente!!! E se você pensa assim é melhor acordar logo desse devaneio. Somos é chamadas de Olívia palito, cabo de vassoura, perna de saracura, vara de bambu, saco de osso, e no meu caso eu já fui chamada até de fóssil por um coleguinha da minha sala. As pessoas não tem noção do quanto essas coisas podem magoar, todos os apelidos de mau gosto, todas essas brincadeiras de gente que não tem o que fazer... Ser magra também seus baixos. Eu já sofri bullying e sei como isso é horrível, mas hoje isso já acabou pra mim, e sim, eu continuo magra - acho que nunca engordei - mas hoje eu não ligo mais se alguém vier de apelidinho pro meu lado e no momento em que eu parei de me importar com isso as pessoas pararam de tentar fazer piadinha porque isso já não me afetava mais, se você ficar se importando de mais com os rótulos que as pessoas te dão você não vive, a sociedade sempre vai rotular as pessoas, alta, nerd, gorda, magra, baixa, etc e tudo o que você precisa fazer é não dá a minima. Hoje eu consigo me olhar no espelho e me aceitar mais, isso faz toda a diferença, é claro que ainda existe uma coisinha ali ou acolá que eu mudaria, mas quem nunca? A questão é que hoje eu me olho no espelho e me sinto satisfeita com o meu reflexo, e mesmo nos meus piores dias eu me sinto satisfeita comigo, mesmo que minha aparência esteja um caco, porque sei que, se você for bonito por dentro o seu exterior é mero detalhe. Então magra ou gorda não importa, tudo o que você precisa saber é que todos nós somos bonitos de mil formas diferentes e o quanto você pesa não significa nada.

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Também sou super magra, e várias pessoas já me disseram - e ainda dizem - que eu deveria engordar. Só que eu já tentei, e não rola. É genética. Por sorte, nunca encarei isso como um defeito, para falar a verdade. Gosto de ser como eu sou, sempre gostei. Se eu sofri bullying por ser magra, foram uma vez ou duas, coisa pouca, mas, realmente, não foram experiências agradáveis. Minha mãe me contou, uma vez, que ela era magrinha como eu quando era mais nova, e ela sim sofreu muito bullying. "Espicha", "magricela", "linguiça", "palito"... Já chamaram ela de tudo isso. Ela fez de tudo pra engordar, tomou vitamina até não querer mais! Ela não curtia usar roupas apertadas, era tudo largo, para parecer menos magra.
    Ah, isso que você falou sobre rótulos, é verdade. Completamente verdade. A sociedade sempre rotula as pessoas, cabe a nós vivermos felizes assim mesmo. =)
    Ótimo post!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu problema também é a genética hahaha

      Excluir
  2. Oi,
    Ótima sua reflexão.
    A sociedade é muito maldosa e praticamente ninguém se encaixa em seus padrões. Mas e daí que não somos o que ela quer? Temos que ser felizes do jeito que somos e mostrar que aparência não é o item mais importante na vida.
    bjs

    http://www.entrepaginasesonhos.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe uma opinião sobre o que achou da postagem. Volte sempre.


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©